Identificada idosa morta e esquartejada pelo neto, em Jaru

Aparecida Nogueira tinha 75 anos e foi morta com requintes de crueldade. Filho da vítima foi avisado por amigas da vítima que desconfiaram.

0
Aparecida Nogueira tinha 75 anos e foi morta e esquartejada, pelo próprio neto. Foto: Arquivo da família

O assassinato e esquartejamento de uma idosa de 75 anos, pelo próprio neto, que tem 17 anos, em Jaru (RO), nesta terça-feira, dia 17 de março, causou grande comoção na cidade e também muita revolta.

A aposentada Aparecida Nogueira, de 75 anos, foi morta e teve partes do corpo separadas – esquartejada – inclusive, tendo alguns membros enterrados no fundo do quintal da residência, localizada na rua Maranhão, Setor-05.

Na manhã da terça-feira, amigas da idosa, que frequentam uma igreja juntas, foram até a casa da vítima, onde foram recebidas pelo neto, que disse que avó estaria para o sítio.

Já pela hora do almoço, as amigas voltaram e novamente tiveram a mesma informação, o que causou estranheza, pois, a idosa nunca saía sem avisar as amigas e irmãs de igreja, como era de costume.

Aglomeração de pessoas na frente da residência foi grande. Foto: Portal P1

Como a vítima já vinha se queixando do neto, decidiram então avisar para a polícia. Já no início da noite, um dos filhos de Aparecida Nogueira, foi até o local para conversar com o jovem, ele teria confessado o crime, o que chocou o filho da vítima, pois, o jovem havia esquartejado a idosa.

Conforme a perícia, o jovem separou os braços, cabeça e pernas do tronco, que foi colocado num quartinho da frente da residência. As pernas da idosa estavam numa lavandeira da casa e braços e a cabeça, enterrados no fundo do quintal.

O crime brutal e chocante, mexeu com toda a cidade. A vítima era bastante conhecida, especialmente no Setor-05, onde morava. Os motivos do crime, ninguém sabe, mas as autoridades vão apurar e as informações estão sendo acompanhada de perto pelo Jornal Eletrônico Portal P1.

Já passava das 22h00, quando o corpo da vítima foi removida pela Funerária Cristo Redentor, mas por opção da família, foi entregue na Funerária Dom Bosco, que vai levar o corpo para Ariquemes (RO), há 90 km de Jaru, onde passará por ‘necropsia’ e somente a tarde, terá início o velório.

Hediondo! Neto pode ter matado e esquartejado avó em Jaru Crime aconteceu na rua Maranhão, altura do Setor-05.
Assassinato foi cometido com requintes de crueldade.

No local, há aglomeração de pessoas e a presença da PM. Foto: Portal P1

A Polícia Militar de Jaru (RO), há 290 km de Porto Velho, está neste momento numa residência, na rua Maranhão, Setor-05, preservando evidencias de um crime que já chocou a cidade, pela forma e por quem teria sido cometido.

De acordo com informações extraoficiais, uma idosa foi morta e esquartejada pelo próprio neto. Não há informações se o crime teria ocorrido nesta terça-feira, dia 17 de março, ou se aconteceu no final de semana.

O que se apurou até agora, é que a idosa teve o corpo dividido em partes e que o crime teria sido cometido pelo próprio neto da vítima que pretendia enterrá-la no fundo do quintal. A PM está no local, preservando as evidências. O jovem teria 17 anos, conforme informações preliminares. Ele está sob o poder das autoridades.

A qualquer momento mais informações.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here