Marinha divulga imagens inéditas da apreensão de barco com cocaína

A Marinha do Brasil e a Polícia Federal divulgou imagens inéditas que kostram detalhes da operação internacional que interceptou e apreendeu uma embarcação carregada com cocaína em águas jurisdicionais brasileiras.

A interceptação foi realizada pelo navio-patrulha Oceânico Araguari, a cerca de 270 quilômetros da costa de Recife.

A inédita operação foi realizada em cooperação internacional, envolvendo o Centro de Análise e Operações Marítimas – Narcótico (Maoc-N), sediado em Lisboa/Portugal, a Drug Enforcement Administration (DEA), dos Estados Unidos, e a National Crime Agency (NCA), do Reino Unido, permitindo a identificação de grande quantidade de entorpecente em um veleiro catamarã que teria partido do Brasil com destino a Europa.

No interior da embarcação foram presos cinco tripulantes brasileiros, que foram conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal de Pernambuco. A embarcação está sendo escoltada pelo navio-patrulha da Marinha do Brasil para Recife, com apoio de Policiais Federais do Grupo de Pronta Intervenção (GPI), que participaram das ações.

Trata-se de operação de cooperação internacional, inédita na história do Brasil, com a utilização pela Marinha do Brasil de um Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) para ação conjunta com a Polícia Federal na interceptação de embarcações utilizadas para o narcotráfico.

A ação reforça a cooperação e troca de informações com as instituições internacionais, visando a identificação de grandes organizações criminosas, assim como a importância do permanente monitoramento e controle dos 5,7 milhões de quilômetros quadrados de águas jurisdicionais brasileiras, por meio do aprimoramento do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul.