Criança tinha três anos e foi retirada da piscina pelo padrasto.
Vítima já estava na ambulância, quando foi constatada a morte.

Criança foi levada pelo socorro médico para Ariquemes, mas não resistiu.

A noite de domingo, dia 22 de setembro, se tornou sombria e fria, além de cheia de dor, para uma família de Monte Negro (RO) Vale do Jamari.
Uma criança de dois anos de idade foi encontrada no fundo de uma piscina, pelo namorado de sua mãe. A casa fica no Setor -02.

O menino de três anos foi levado as pressas para o hospital municipal, colocado numa ambulância, mas morreu a caminho de Ariquemes, há 200 km de Porto Velho.

O hospital informou a Polícia Militar que a criança identificada como Carlos Eduardo Taborda, de três anos, havia chegado ao hospital sem vida.
A mãe da criança foi procurada pelos policiais. Ela tem 18 anos e disse que a criança ficou menos de cinco minutos sozinha, enquanto ela chamava o namorado para jantar.

Eles não viram o menino aonde ela o havia deixado e foram procurar. Foi neste momento que o namorado encontrou o garoto no fundo da piscina.
Segundo relatos do casal, o padrasto teria pulado na piscina e iniciado os primeiros socorros.

Conforme informações, não havia médico plantonista no hospital municipal de Monte Negro. Outro fato observado é que de acordo com o Conselho Tutelar, no mês de junho deste ano, o garoto foi atendido pelo órgão por ser vítima de maus-tratos.

Falta de médico em Monte Negro

Edmara da Silva que é a atual secretária municipal de saúde de Monte Negro confirmou que o município está em processo seletivo. Disse que todos os processos estão em andamento para contratar novos médicos.

A secretária ainda disse que há médicos plantonistas todos os dias e que será investigada a ausência do profissional na hora do afogamento.
A Polícia Civil também investiga o caso.

Jornal Eletrônico PortalP1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here