Oscilação de energia deixa vários setores as escuras no sábado, em Jaru

Sem qualquer explicação e sem que houvesse chuvas, a força foi embora. Estabilidade só aconteceu após as 19h00. Energisa não deu explicação.

Na noite do último sábado, dia 04 de julho, a energia elétrica deixou muita gente na mão em Jaru (RO), Vale do Jamari. Sem qualquer explicação e sem chuvas, pelo menos na região, a força ficou oscilante e há várias reclamações em redes sociais, por causa disso.

A interrupção ao que tudo indica, não teria sido programada pela concessionária, pois, nenhum comunicado teria sido feito. Não foi constatado nenhum aviso nas redes sociais da Energisa e nem na imprensa local, o que leva a crer que houve problemas na rede de transmissão.

A relação cliente/Energisa é muito frágil devido a forma como a empresa tratou a sua clientela assim que assumiu a direção da antiga Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron).

Não há um município que não tenha registrado um crescimento considerado alarmante nas reclamações, queixas e denúncias a empresa, que sofre atualmente um processo na Assembleia Legislativa.

A oscilação na força elétrica danifica aparelhos eletroeletrônicos, especialmente. A Energisa tem callcenter e atende seus clientes por telefone e nas redes sociais, mas a burocracia para provar que um equipamento/aparelho/eletrodoméstico/eletroeletrônico ou qualquer equipamento que esteja ligado na tomada sofreu avarias, devido essa oscilação, faz com que as pessoas desistam de buscar por seus direitos.

Nadando de braçadas, a Energisa segue, fornecendo a força oscilante aos seus clientes, mas recebendo como se oferecesse disposto, efetivo, firme, o que não ocorre de fato.