Depois do acidente que tirou a vida de um motociclista, morador da zona rural de Presidente Médici (RO), no final de semana, envolvendo um veículo no nome de um Policial Rodoviário Federal, a Superintendência do órgão emitiu uma “Nota” em que afirma que todos os procedimentos para apurar o ocorrido estão sendo instalados.

O acidente que foi registrado na BR-364, altura do Km-306, em frente ao Colina Park, zona urbana de Médici, tirou a vida de João Marcos, que tinha 33 anos.

A ‘NOTA’ não afirma que o Patrulheiro da PRF envolvido no acidente, estaria dirigindo o veículo sob efeito de bebida alcoólica e nem se as garrafas de cerveja fotografadas próximas do veículo dele, estariam mesmo dentro do carro.

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA
SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL EM RONDÔNIA

Nota à imprensa

Sobre acidente ocorrido na noite de ontem (25), na cidade de Presidente Medici (BR 364 – KM 306):
– um dos veículos envolvidos está registrado em nome de um policial rodoviário federal;
– as circunstâncias do acidente estão em levantamento e serão evidenciadas no boletim de acidente de trânsito (BAT), em processo de confecção;
– pelas informações já obtidas, o acidente não tem relação com desempenho funcional de servidores da PRF, caracterizando-se, a princípio, como ato da vida privada.

A despeito de qualquer outro fator, possíveis irregularidades ou desvios de conduta cometidos por servidores da Polícia Rodoviária Federal não se coadunam com nossos valores institucionais e serão objeto de apuração nas instâncias competentes por meio da instauração dos procedimentos administrativos necessários à elucidação dos fatos e apuração de responsabilidades.