Polícia apura envenenamento de 9 cães em hotel de pets, 2 morreram

Dona do estabelecimento diz que animais comeram salsicha intoxicada deixada no local

Dona do estabelecimento diz que animais comeram salsicha intoxicada deixada no local

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) investiga o envenenamento de nove cachorros em um hotelzinho de pets no Bairro Juliana, na Região de Venda Nova. Dois cães morreram. O caso foi registrado na última quarta-feira (8/9).

A dona do estabelecimento, Ana Cláudia Graauw, disse à corporação que os animais comeram uma salsicha recheada com chumbinho. O alimento teria sido deixado perto dos brinquedos do filhos dela – um menino autista de 9 anos e uma menina de 1 ano e 11 meses. A denunciante diz que por pouco as crianças também não ingeriram a comida – razão pela qual ela pretende registrar um segundo boletim de ocorrência, desta vez por tentativa de homicídio.

Cláudia contou aos policiais que a intoxicação ocorreu enquanto ela estava fora, fazendo entregas. Na volta, ela teria se deparado com duas cadelas da raça pinsher fazendo vômito. Aflita, ela levou os bichos ao veterinário, que constatou o envenenamento. Uma das cadelas foi medicada e se recuperou, mas a outra morreu.

A proprietária decidiu voltar ao hotelzinho para levar os outros seis cães hospedados no hotel à clínica. No caminho, recebeu a notícia de que um outro cachorro, que já havia sido devolvido à tutora, também estava passando mal. Ela então passou na casa da cliente para buscar o bicho, para que ele fosse examinado.

No veterinário, mais um cão veio a óbito. Negão tinha mais de 15 anos e não resistiu à intoxicação.A Polícia Civil diz que peritos já estiveram no estabelecimento para a realização dos primeiros levantamentos e coleta de material. Os investigadores também vão analisar as câmeras de segurança instaladas nas redondezas do local. Cláudia indicou um possível autor do crime aos policiais.

por  correiobraziliense